Setor calçadista gaúcho abriu 8,24 mil vagas de janeiro a setembro deste ano

Setor calçadista gaúcho abriu 8,24 mil vagas de janeiro a setembro deste ano

28/10/2021

Estado que mais emprega no setor calçadista, o Rio Grande do Sul gerou 8,24 mil vagas entre janeiro e setembro deste ano. Considerando apenas o mês de setembro, foram criados 2,26 mil postos de trabalho. A atividade emprega um total de 83,78 mil trabalhadores no Estado, 12,2% a mais do que no mesmo período de 2020. No entanto, o indicador é 7,6% menor do que o apurado no mesmo intervalo de 2019, período pré-pandemia. Os dados são da Abicalçados e apontam a retomada gradual da demanda doméstica, que representa 87% das suas vendas totais.

Nos primeiros nove meses de 2021, as indústrias calçadistas do País totalizaram 33,1 mil novas contratações, 9,2 mil delas apenas no mês de setembro. Com isso, o setor soma 280,27 mil pessoas empregadas diretamente, 15,6% mais do que no mesmo período do ano passado e, segundo a Abicalçados, já está estável em relação à pré-pandemia, em 2019.

Segundo estado que mais emprega na atividade, o Ceará, gerou 1,8 mil vagas em setembro, somando a criação 3,72 mil postos no acumulado do ano. Com isso, as fábricas cearenses encerram setembro empregando diretamente 62,58 mil pessoas, 11,5% mais do que no mesmo ínterim de 2020. O Ceará já está empregando 11,9% mais pessoas do que no mesmo período de 2019. 

Jornal do Comércio