Brasil e Argentina fecham acordo para reduzir Tarifa Externa Comum em 10%

Brasil e Argentina fecham acordo para reduzir Tarifa Externa Comum em 10%

11/10/2021

Após reuniões entre chanceleres da Argentina e Brasil, os dois países divulgaram um comunicado conjunto em que afirmam terem concordado em trabalhar para aprovar uma decisão no Mercosul para reduzir 10% da "maior parte do universo" da Tarifa Externa Comum (TEC), taxa cobrada na importação de produtos de fora do bloco. A taxa, hoje em média em 14%, varia de acordo com o produto e há exceções, como para o setor automotivo e sucroalcooleiro.

De acordo com o comunicado, a redução não atingirá exceções já existentes no bloco. O texto não informa para que produtos a taxa de importação será reduzida nem o alcance do corte.

"Os Ministros lograram o consenso necessário para definir em conjunto com os demais sócios do Mercosul. Ressaltaram que o entendimento alcançado considera as diferentes necessidades dos países membros", afirma o texto.

Fontes afirmaram que o acordo alcançado é um "passo", mas ainda distante da posição defendida pelo Brasil e atende principalmente a pauta argentina. Como antecipou o Broadcast, o governo brasileiro — encabeçado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes — queria reduzir a TEC em 20% ainda este ano, de forma linear, ou seja, atingido todos os produtos importados pelo Mercosul. A Argentina não concordava e propunha reduzir apenas 10% e apenas de uma parte dos produtos importados.

Agência Estado