Indústria de todo o Mercosul apresenta propostas para ajustar o bloco

Indústria de todo o Mercosul apresenta propostas para ajustar o bloco

24/09/2021

Considerando a necessidade de ajustes no Mercosul, como revisão de barreiras, efetiva livre circulação de bens e internalização de compromissos, o Conselho Industrial do Mercosul emitiu declaração conjunta, nesta quarta-feira (22), com propostas para adaptações e medidas que levem à retomada do crescimento e acelerem a inserção internacional do bloco.

A CNI forma o Conselho ao lado das entidades industriais da Argentina (União Industrial Argentina), do Paraguai (União Industrial Paraguaia) e do Uruguai (Câmara de Indústrias do Uruguai). A mensagem será entregue ao embaixador Pedro Miguel da Costa e Silva, que representará o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, em reunião virtual nesta tarde.

O grupo pontua que os últimos acontecimentos no bloco foram marcados por dissensos e posições de afastamento dos membros, e traz considerações que devem ser norteadoras durante a presidência pro tempore do Brasil, que ocupa o cargo no segundo semestre de 2021, para que haja uma superação do momento atual e avanços efetivos ainda neste ano. O Conselho destaca, ainda, que o Mercosul precisa se adaptar à nova realidade da economia e do comércio mundial e às novas condições impostas pela profunda revolução tecnológica.

Portal da Indústria