CNI pede suspensão de proposta para a redução da TEC do Mercosul

CNI pede suspensão de proposta para a redução da TEC do Mercosul

25/06/2021

O Mercosul cumpre seu trigésimo aniversário passando por um difícil momento. Os impactos econômicos e sociais da pandemia se somam a uma divisão dos governos do bloco em torno de questões estratégicas: uma possível revisão e ou redução da Tarifa Externa Comum (TEC) e a negociação de acordos comerciais com cronogramas distintos – ou até de forma individual – com outros países ou blocos, o que é agravado pelo fato de alguns desses parceiros não cumprirem sequer padrões trabalhistas e ambientais mínimos.

De um lado, a redução unilateral das tarifas, neste momento, reforçaria uma já existente competição não isonômica devido aos problemas crônicos de competitividade do Brasil que não foram equacionados.

De outro, negociações comerciais individuais trazem tanto o desafio do enfraquecimento do bloco e de seu poder de barganha em negociações quanto o de abrir mercados para parceiros com práticas desleais e que representam efetiva ameaça à produção e emprego no país. 

Portal da Indústria