SENAI lança novas categorias na plataforma Inovação para a Indústria

SENAI lança novas categorias na plataforma Inovação para a Indústria

28/05/2021

O Senai lançou quatro categorias na Plataforma Inovação para a Indústria que financia o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores, com o objetivo de aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira.

As propostas selecionadas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de 26 Institutos Senai de Inovação, 58 Institutos Senai de Tecnologia e nove Centros de Inovação Sesi.

Nesta edição, duas novas categorias foram lançadas: Aliança Agroindustrial e Parcerias Internacionais. A primeira estimula projetos de inovação de empresas industriais e agroindustriais que vão compartilhar riscos financeiros e tecnológicos. A categoria tem parceria com a Embrapa e deve ter uma indústria (agroindústria), um instituto do Senai e uma unidade Embrapa para o desenvolvimento de soluções com impacto na cadeia agroindustrial. São R$ 3,2 milhões no total, sendo que o teto de cada projeto é de R$ 800 mil, com contrapartida de 50%.

Parcerias Internacionais é voltada para uma empresa brasileira, um instituto do Senai e uma empresa estrangeira, que entra por meio de chamada internacional. A primeira terá preferencialmente temas como Bioeconomia, Saúde, Mining e Smartcities. Na segunda chamada os temas são energia, por meio de Hidrogênio, Mobilidade e Logística, Reciclagem e Gestão de Resíduos e Inteligência Artificial. Nesta categoria cada projeto poderá receber até R$500 mil e o recurso total de cada chamada é de R$ 2 milhões.

As duas outras categorias são Aliança Industrial que deve ter pelo menos duas empresas industriais e dois institutos do Senai que terão R$ 4,5 milhões disponíveis. Com duas empresas, o projeto aprovado terá direito a até R$ 600 mil, três, R$ 800 mil e quatro ou mais, R$ 1 milhão, com 50% do proponente. Empreendedorismo Industrial estimula a conexão entre grandes indústrias e startups. O projeto deverá ter uma indústria âncora de qualquer setor, um instituto do Senai e uma startup, com recursos que podem ir de R$ 500 mil a R$1,5 milhão.

O Senai-RS promove dia 31 de maio, uma live, às 15h, para aprofundar cada categoria e tirar as dúvidas dos interessados.

Inscreva-se pelo site www.senairs.org.br/evento/tira-duvidas-sobre-plataforma-de-inovacao ou pelo email geitec@senairs.org.br