Construir política nacional de inovação ganha ainda mais relevância em meio à pandemia, defende CNI

Construir política nacional de inovação ganha ainda mais relevância em meio à pandemia, defende CNI

06/04/2020

Para impulsionar a retomada do crescimento econômico após a pandemia de covid-19, a CNI defende a elaboração de uma Política Nacional de Inovação (PNI) como instrumento orientador do planejamento das iniciativas de pesquisa, desenvolvimento e inovação no Brasil.

Em apoio à criação dessa política, que vem sendo discutida pelo governo federal, a Mobilização Empresarial pela Inovação, coordenada pela CNI, encaminhou um documento com contribuições ao Executivo. A diretora de Inovação da Confederação, Gianna Sagazio, diz que, agora, essas medidas ganham ainda mais relevância.

"A inovação é fundamental para sairmos dessa crise. A construção de um ambiente mais amigável à inovação empresarial, realizada por startups ou por grandes empresas e suas cadeias de fornecedores, deve ser a espinha dorsal dessa nova política, que se torna ainda mais urgente", afirma Gianna. 

Partindo dessa premissa, defende-se uma política articulada entre governo, academia e setor empresarial que priorize um ambiente favorável à inovação, instrumentos de fomento capazes de induzir a inovação de maior risco tecnológico, o apoio à pesquisa em institutos e universidades e a estruturação de programas nacionais voltados à superação de desafios das empresas e da sociedade.

Portal da Indústria